Aprenda Exercicios de Pilates para Iniciantes

Princípios para uma boa prática

 
Princípios para uma boa prática

A técnica de Pilates não se resume a exercitar os seus músculos. Aprender a concentrar-se e a libertar-se da tensão acumulada no corpo antes de se exercitar são os dois elementos essenciais que tornam a prática de Pilates uma experiência que engloba todo o corpo e a mente. Os outros elementos que constituem uma boa prática serão discutidos nas páginas seguintes.

Joseph Pilates percebeu como a dinâmica entre a mente e o corpo podia ser usada para alcançar a saúde, e ensinou os seus alunos a concentrarem-se durante a prática de exercício. Isto é parte do que faz a técnica de Pilates uma modalidade única de exercício.

A técnica de Pilates baseia-se nos seguintes princípios:
– Concentração mental
– Relaxamento
– Movimentos ligeiros
– Boa coordenação motora
– Controlo da respiração
– Centralização do corpo
– Alinhamento do corpo
– Resistência
Ao aliar concentração e exercício físico, terá mais probabilidades de manter uma postura estável e centrada, e de praticar os exercícios de modo correio e segura.

Concentração mental
A técnica de Pilates consiste num programa de exercícios que engloba a mente e o corpo, realizando-o perfeitamente concentrado para desfrutar dos seus benefícios em pleno. Concentrando-se em como e para onde deve mover-se, terá mais probabilidades de se movimentar de modo correto. Além disso, ao concentrar o pensamento nos seus movimentos, tornar-se-á mais hábil a interpretar as sensações do corpo.
As sensações dão-lhe informações úteis para que possa avaliar mais facilmente o estado de tensão ou relaxamento adequados a cada posição ou movimento. Exercitar a concentração mental enquanto pratica Pilates ajudá-lo-á a ter uma melhor consciência do seu corpo, entrando em sintonia com as sensações físicas do seu corpo e as mensagens que lhe enviam no dia-a-dia.
Quando começar a praticar Pilates, concentre toda a sua atenção na coordenação dos movimentos. A medida que se for familiarizando com os exercícios, vai concentrar a mente noutros aspetos mais subtis da prática. Em qualquer caso, mantenha-se sempre concentrado. Se começar a sentir cansaço ou tensão, faça uma pequena pausa para ajudar a mente a relaxar-se. Este aspeto leva-nos ao segundo princípio da técnica de Pilates – o relaxamento.

Relaxamento
Porque a maioria de nos mantém o corpo sob tensão, raramente conseguimos atingir um estado total de relaxamento. Por esta razão, torna-se útil ver o relaxamento como uma atividade que deve exercitar, em vez de algo a que naturalmente se entrega. Todos nos mantemos tensão em diferentes zonas do corpo; a melhor forma de perceber quais são as suas zonas de tensão é sentar-se ou deitar-se confortavelmente, e concentrar-se a vez nas diferentes partes do seu corpo.

Imagine-se a flutuar na água com o corpo numa postura completamente estável. Que partes do corpo o obrigam a manter-se à tona de água? Comece pelos dedos dos pés e, lentamente, passe às pernas, percorra o corpo até à cabeça, depois siga para as pontas dos dedos, braços e ombros, e regresse à cabeça.
Enquanto faz este exercício, liberte-se da tensão em cada zona por que passa, respirando profundamente de modo a senti-la relaxar. De início pode não ser fácil de fazer; não se esforce em demasia ou durante muito tempo, pois ficará cansado. Pode realizar este exercido sentado, de pé ou até deitado. Experimente fazê-lo no autocarro ou no carro (nos semáforos). Com o tempo, irá ser capaz de manter, ao caminhar, uma sensação de relaxamento.
É justamente quando a alcançar que começará a retirar verdadeiro benefício dos exercícios de Pilates. Uma postura relaxada é determinante para todos os exercícios de Pilates. No entanto, o relaxamento da técnica Pilates não se cinge à libertação da tensão muscular passa, também, por garantir que em pé, sentado ou deitado, estabilize e apoie bem o corpo.



Respirar e centrar o corpo

Posted by AprenderPilates in Princípios para uma boa prática

Respirar corretamente e centrar o corpo são dois dos aspetos cruciais da prática de Pilates. São os alicerces de todos os exercícios. Uma respiração suave ajuda-o a conservar os níveis de energia e a mover-se mais eficazmente, ao passo que um centro físico robusto fá-lo…

Coordenação de movimentos

Posted by AprenderPilates in Princípios para uma boa prática

Movimentos ligeiros e coordenados são cruciais na técnica de Pilates. Movimentos precipitados significam perda de concentração, tornando propícia a ocorrência de lesões físicas ou distensões musculares. Movimentar-se lenta e suavemente ajuda-o a respeitar o corpo e a usá-lo para atingir o seu potencial. Além disso,…